• Max Huber

Polícia Civil de Garibaldi apresenta números do tráfico de drogas em 2018


Nessa quinta-feira (5), o delegado da Polícia Civil de Garibaldi, Clóvis Rodrigues de Souza apresentou um levantamento, desenvolvido com a colaboração de agentes, referentes ao tráfico de drogas no município de Garibaldi no ano de 2018.

Segundo o levantamento estatístico, no ano passado foram encaminhados 18 inquéritos policiais à Justiça. Os processos derivam de 14 cumprimentos de mandados de busca e apreensão, realizados pela Polícia Civil, e quatro ações da Brigada Militar, onde pessoas foram flagradas praticando o crime de tráfico de drogas. No total, 26 pessoas foram presas, sendo 17 homens e nove mulheres.

Outro dado relevante do levantamento são os locais onde foram desenvolvidas as ações policiais. Os bairros com maior registro são: Fenachamp e Bela Vista I, ambos com 5 ações; Centro, três ações; Chácaras, duas ações; Glória, São Francisco e Santa Terezinha, ambos com 1 ação cada. Isso indica que o tráfico de drogas não ocorre em apenas um ponto da cidade.

De acordo com as informações apresentadas, dos 18 processos, nove casos já possuem sentença definida em primeira instância. No somatório dos casos, chegam a 112 anos de prisão aos acusados de envolvimento nesta prática criminosa.

No ano de 2018 foram apreendidas 86 porções de ecstasy, 670 pedras de crack (433 gramas), 47 buchas de cocaína (212 gramas), além de 5 porções de maconha (1,3 kg).

Na ocasião, o delegado da Polícia Civil de Garibaldi, Clóvis Rodrigues de Souza afirmou que o combate ao tráfico de drogas é essencial para que se tenha um impacto positivo na percepção de segurança dos cidadãos. Segundo o delegado, quando há uma diminuição na incidência de tráfico, crimes de menor potencial ofensivo também são reduzidos.

Fotos: Felipe Vicari/Grupo RSCOM

© 2023 por "Conexão RS". Carlos Barbosa Rio Grande do Sul Brasil

Conexão_you_tube_novo_2020.png

Parceiros

Contatos Email: portalconexaors@bol.com.br Telefone e Watts: 054 981482118