Política: Ex:Presidente Lula em mais um julgamento do Triplex



Foto: divugação

No caso do triplex, Lula é acusado de receber o imóvel no litoral de SP como propina dissimulada da construtora OAS para favorecer a empresa em contratos com a Petrobras. O ex-presidente nega as acusações e afirma ser inocente.Um novo recurso de defesa para evitar a prisão foi negado nesta segunda-feira (26) pelo Tribunal Regional da 4ª Região (TRF-4). A defesa de Lula apresentou os chamados embargos de declaração apontando o que considerou como "omissões", "contradições" e "obscuridades" na sentença. Os desembargadores da 8ª Turma, porém, mantiveram a condenação e a pena de 12 anos e 1 mês de prisão.

#Brasil