Lula é condenado por unanimidade no TRF4 em Porto Alegre



A 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, condenou por três votos nesta quarta-feira, dia 24, o recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Lula teve sua condenação confirmada.

O revisor Leandro Paulsen e o relator João Pedro Gebran votaram pelo aumento da pena do petista.

Paulsen disse por volta das 16h que a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em desvios na Petrobras é “inequívoca”.

Mais cedo, o juiz federal João Pedro Gebran Neto, relator da apelação do ex-presidente Lula no TRF-4, confirmou a condenação em primeira instância e votou pelo aumento da pena do réu para 12 anos e um mês.

Em julho de 2017, o juiz Sergio Moro havia condenado o petista a nove anos e seis meses por corrupção e lavagem de dinheiro.

A apelação é contra a condenação a 9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex do Guarujá – aplicada pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal, em Curitiba (PR).

Nesta quarta-feira, 24 de janeiro de 2018, Lula foi derrotado no tribunal colegiado (formado por um grupo de juízes, como o TRF4) por 3 a 0 e pode, segundo a Lei da Ficha Limpa, ficar inelegível. Porém, o petista só pode ser declarado inelegível pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Com isso, Lula, mesmo condenado, poderá concorrer “sub judice.”

Pedindo buzinaço para carros que passavam (e sendo prontamente atendidos), cerca de 30 ativistas pró-intervenção militar comemoram o 3 a 0 contra Lula no TRF-4, entre faixas que saudavam o juiz Sergio Moro (“Moro, rogai por nós”) e o condenado “Luiz Inácio Réu da Silva”, no Parque dos Moinhos, numa chuvosa Porto Alegre.

Fonte:Portal Leouve.

#ConexãoRS

1 visualização

Publicidade:

© 2023 por "Conexão RS". Carlos Barbosa Rio Grande do Sul Brasil

Conexão_you_tube_novo_2020.png

Parceiros

Contatos Email: portalconexaors@bol.com.br Telefone e Watts: 054 981482118