• Max Huber

Para FAB avião que caiu com Teori Zavascki não teve problemas de funcionamento



A Força Aérea Brasileira (FAB) divulgou, nesta segunda-feira, dia 22, o relatório concluindo que não houve registro de pane ou mau funcionamento no sistema da aeronave que caiu provocando a morte do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), e mais quatro pessoas em Paraty (RJ). O acidente completou um ano no dia 19.

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) da FAB não aponta culpados, mas apresenta fatores que contribuíram para a causa do acidente, de forma a evitar novos desastres aéreos.

Segundo a FAB, o local do acidente, próximo a Paraty (RJ), tinha “condições restritas de visibilidade” no momento do desastre. As informações corroboram a tese da Polícia Federal de que não houve ato intencional no acidente.

Em 10 de janeiro, a Polícia Federal informou que sua principal linha de investigação aponta para falha humana nas manobras de aproximação da aeronave da pista de pouso em Paraty. A investigação ainda não foi concluída. As causas do acidente ainda estão sob investigação. Foram abertas três frentes de investigação – da Força Aérea Brasileira (FAB), do Ministério Público Federal (MPF) e da Polícia Federal (PF).

Além do ministro Teori, morreram no acidente o empresário Carlos Alberto Filgueiras, dono da avião, o piloto Osmar Rodrigues, a massoterapeuta Maíra Panas e sua mãe, Maria Hilda Panas Helatczuk. Até então, Teori Zavascki era o relator da Operação Lava Jato. Por causa disso, rumores de armadilha ou assassinato foram checadas. Mas, de acordo com a Polícia Federal, a tragédia foi causada por falha humana.

Fonte:Portal Leouve.

#ConexãoRS

0 visualização

© 2023 por "Conexão RS". Carlos Barbosa Rio Grande do Sul Brasil

Conexão_you_tube_novo_2020.png

Parceiros

Contatos Email: portalconexaors@bol.com.br Telefone e Watts: 054 981482118