Prefeito cassado de Montenegro e mais 14 pessoas são denunciadas pelo MP.



O prefeito cassado de Montenegro, Luis Américo Alves Aldana, está entre os 15 denunciados pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) por formação de organização criminosa, desvio de dinheiro público e fraude em licitações com provas conseguidas durante a operação Ibiaçá, realizada em julho de 2017. Aldana havia sido afastado e depois cassado pela Câmara Municipal de Vereadores. Além da denúncia, o MP solicitou o bloqueio de R$ 13 milhões dos denunciados.

Conforme o MP, a investigação apontou que o dinheiro foi desviado dos cofres municipais, houve fraude em licitações no esquema de transporte escolar e que estas tinham o objetivo de beneficiar as empresas dos denunciados. Os suspeitos foram denunciados por formação de organização criminosa com o objetivo de obter direta e indiretamente, vantagens financeiras e políticas. Eles também foram apontados, pelos crimes de dispensa ilegal de licitação e peculato. Também são apontados como responsáveis pelo desvio de verbas públicas, autorizações de pagamentos de sobrepreços e suspensão irregular de processos de licitação e contratação emergencial para empresas favorecidas.

O MP fez pedido de medidas cautelares que proíbem os servidores de exercerem suas atividades profissionais e a atuação das empresas dos denunciados. Foi solicitado junto ao judiciário o pedido para que a justiça determine o bloqueio de R$ 13 milhões em bens dos envolvidos.

Fonte:Portal Leouve.

#ConexãoRS

© 2023 por "Conexão RS". Carlos Barbosa Rio Grande do Sul Brasil

Conexão_you_tube_novo_2020.png

Parceiros

Contatos Email: portalconexaors@bol.com.br Telefone e Watts: 054 981482118